Como fazer pra manter um gato fujão em dentro de casa

Se você também é apaixonada pelos felinos, provavelmente sabe como é difícil manter um gato fujão dentro de casa.

Por natureza, esses animaizinhos costumam gostar da rua e têm suas próprias regras sociais. Isso significa que, ao sair, eles procuram outros gatos e podem até mesmo formar laços entre si.

O problema disso é que existem diversos perigos que o seu gatinho corre na rua. E nenhum destes problemas está relacionado à não voltar pra casa. Afinal, o instinto dos gatos e seus sentidos aguçados fazem com que ele sempre consiga encontrar o seu caminho de volta.

O grande perigo de eles deixarem o lar é que eles podem se machucar em brigas, encontrar motoristas desavisados ou até mesmo pessoas maliciosas. Logo, o ideal é que você sempre proteja o seu bichinho da melhor forma possível. Mas como fazer isso?

Confira abaixo 5 dicas de como manter um gato fujão dentro de casa:

Castre o bichano

O primeiro passo é encontrar um bom veterinário ou veterinária para castrar o seu gatinho. Após o procedimento, a vontade de sair de casa para dar uma voltinha fica menor. Afinal, o maior instinto antes da castração é o de encontrar parceiros para procriar.

Além de aumentar as chances de que você consiga deixar o gato em casa, esse procedimento ajuda a evitar diversos tipos de doenças.

Mantenha a caixa de areia sempre limpa

Gatos são animaizinhos extremamente limpos. Portanto, se a caixinha de areia estiver sempre suja, ele pode querer sair de casa para encontrar um lugar mais limpo para fazer as suas necessidades.

Além de recolher os resíduos diariamente, recomenda-se deixar mais de uma caixa de areia espalhada pela casa (mesmo que você tenha apenas um gato!). Assim, ele não fica restrito ao mesmo ambiente sempre que precisar.

Compre brinquedos que satisfaçam seus instintos

Gatos são caçadores por natureza. Logo, é imprescindível que eles tenham um ambiente em que possam desenvolver esse instinto, diminuindo a vontade de sair da segurança do seu lar.

Se você quer saber como manter um gato fujão dentro de casa, pode ser uma boa ideia comprar brinquedinhos que simulem a casa.

Além de bastões com pontos de laser que podem ser usados nas paredes, você pode comprar bolas de lã, ratinhos, bolinhas que fazem barulho e outros. Dessa forma, eles se sentem mais próximos da natureza e de seus próprios instintos.

Vale a pena investir também em brinquedos de arranhar, já que eles ajudam a manter as unhas dos gatos menos afiadas. Por último, considere a possibilidade de comprar casinhas interativas, onde eles podem tanto brincar, como dormir.

Conheça bem o seu gatinho

Você sabia que alguns gatos só gostam de beber água corrente? Logo, se você deixar apenas potinhos de água à disposição, talvez eles não queiram bebê-la e busquem fontes correntes.

Da mesma forma, alguns bichinhos não gostam de rações secas ou determinados tipos de areia. Portanto, quanto melhor você conhecer o seu gatinho, mais fácil será criar um ambiente confortável para ele.

Lembrando que um gato que está satisfeito em sua casa provavelmente não vai querer fugir tanto. Então, preste atenção em todas as particularidades do seu companheiro e construa o ambiente perfeito para ele.

Coloque telas de proteção pela casa

Por fim, se as dicas acima não ajudarem a manter um gato fujão dentro de casa, você terá que apelar para a solução mais prática: colocar telas de proteção em janelas e muros.

Esse tipo de medida, com certeza, vai impedir a saída do bichano. Porém, tenha em mente que é comum que o estresse do gato aumente nos primeiros dias.

Afinal, ele perdeu a sua “conexão” com o mundo fora de sua casa. É possível ainda que ele te ignore por alguns dias, tudo isso enquanto se acostuma com a ideia de ficar sempre em casa.

Como proteger o meu gato que sempre sai de casa?

Não surpreenderia saber que o seu gato conseguiu sair de casa mesmo com todas as medidas citadas acima. Afinal, gatos são criaturas muito inteligentes e flexíveis. Logo, eles conseguem se esgueirar por diversos caminhos para sair de casa.

A melhor forma de protege-lo é colocando uma coleira com o nome do animalzinho e o seu telefone. Dessa forma, caso aconteça qualquer coisa, as pessoas poderão entrar em contato com você.

Do mesmo jeito, é uma ótima ideia familiarizar os seus vizinhos com os seus gatinhos. Afinal, é normal que os bichinhos entrem nas casas próximas da sua quando saem para dar uma voltinha.

Viu só como você pode manter um gato fujão dentro de casa? Agora, basta escolher a opção que mais combina com a sua realidade (e a do seu gatinho!). Assim, você ficará muito mais segura de saber que o gato está protegido em seu lar. Boa sorte!

Se você ainda tiver dúvidas sobre o assunto, deixe o seu comentário no espaço abaixo.

Leave a comment