11 3280-4476 | 11 3280-7798 petboxbrasil@petboxbrasil.com.br | Área do Assinante: Entrar | Cadastre-se | Esqueci minha senha
Alergia Cachorro

Mais um pouquinho sobre atopia: alergia de pele em cães

Por Dra. Christiane Diezel

Desvendando a Atopia (alergia de pele) – Parte 2

Os tratamentos

O tratamento contra a atopia consiste na combinação de vários fatores e a consideração de apenas um deles pode levar ao insucesso. O proprietário deve estar consciente de que o tratamento será para o resto da vida do animal. O uso de antibióticos, na maioria das vezes, contribui para uma melhora inicial em animais que possuem infecção bacteriana secundária.

 

Quando se confirma a presença de malassezíase, o uso de antifúngicos são necessários como parte coadjuvante do tratamento. A retirada do alérgeno seria excelente! Evitar o contato do paciente com os alérgenos é o ponto chave do tratamento, porém, esta etapa depende da cooperação e compreensão dos proprietários, pois leva tempo e é bem trabalhosa.

 

Algumas das medidas a serem adotadas são: cobrir colchões, travesseiros, cama dos cães, cadeiras e sofás com tecidos impermeáveis (como o vinil); manter o local onde o animal vive, assim como a cama, sempre bem seco e limpo; manter o estoque de comida do pet em ambiente seco; manter o animal longe de grama recém-cortada, folhas caídas, feno e celeiros; remover colchões das áreas em que o cão dorme para prevenir o acúmulo de poeira e facilitar a limpeza; não permitir que cão entre em áreas que tipicamente acumulam poeira, como armários, lavanderia e embaixo das camas e lavar roupa de cama e cobertores toda semana com água quente. Essas recomendações são as mesmas para as pessoas com alergia!!

banho

 

Mas, o tratamento não acaba por aí. Como citei anteriormente, um tratamento visando somente um dos fatores pode levar ao insucesso. Então, muitas vezes, é necessário o uso de xampus específicos, sejam eles para ajudar no controle de infecções secundárias (bacterianas, fúngicas, micóticas e etc.), ou para auxiliar na hidratação da pele.

 

O uso de agentes hidratantes, como cremes próprios para animais também tem grande valor no tratamento, já que o ressecamento da pele causa mais coceira, que causa mais lesão, que causa mais infecção…E, muitas vezes usamos medicamentos de uso oral para inibir essa resposta exagerada do sistema imune, que causa todo o problema da coceira e suas complicações.

 

remedio-via-oral-620x465Um dos medicamentos mais amplamente utilizados são os corticoides. Porém, temos que pesar os riscos em relação aos benefícios que o uso desse medicamento trará para nosso amigo, pois os riscos do uso prolongado de cortisona são grandes!

 

Existem outros medicamentos que causam ação semelhante no quesito inibir resposta exagerada do sistema imune. No entanto, com menores riscos à saúde do nosso animal, como por exemplo a ciclosporina. Porém, não é um tratamento barato e, muito provavelmente, o animal atópico o fará para o resto da vida como citei antes. Isso deve ser levado em consideração para não interromper o tratamento do animal e regredir o controle da doença!

 

Enfim, assim como o diagnóstico da atopia, o tratamento e controle também é algo multifatorial e um tanto quanto trabalhoso! Mas não desistam! Afinal, nossos amigos merecem todo cuidado, carinho e dedicação!

 


Veterinária

Christiane Diezel
Médica Veterinária
CRMV SP 29923

chris_vet@yahoo.com.br (este e-mail é para os interessados em agendar consulta para o pet)

Dúvidas? Escreva para petboxbrasil@petboxbrasil.com.br.

Comentários

comentários

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *